Pular para o conteúdo

‘Bruta Flor’ ganha nova montagem contando com a participação especial da atriz Carol Marra

A dramaturgia de Vitor de Oliveira e Carlos Fernando Barros aborda o relacionamento de dois homens, Lucas e Miguel, que se encontram presos em um lugar desconhecido e que começam a relembrar a trajetória deles, a relação vai ganhando contornos dramáticos, envolvendo a aceitação da homossexualidade de um deles, com um final surpreendente e emocionante. ‘Bruta Flor’ tem emocionado plateia de diferentes idades durante sua trajetória.

“O texto foi uma encomenda que fiz aos autores em 2016, em que iria apenas dirigir o espetáculo, pois achei que estava na hora de abordar alguns temas delicados que muita gente prefere fazer vista grossa e não abordar, como a bissexualidade, preconceito, homofobia e violência doméstica. Em 30 dias os autores vieram com esse texto muito visceral e que gera reflexões e que faz o publico se emocionar e que tenho orgulho de ter iniciado essa jornada”, afirma o diretor Marcio Rosário.

‘Bruta Flor’ tem texto de Vitor de Oliveira e Carlos Fernando de Barros, com adaptação e direção de Márcio Rosario. O espetáculo tem trilha sonora montada por Cida Moreira e já foi visto mais de dez mil pessoas. “Mesmo sem leis de incentivo, continuamos a fazer nosso trabalho com a grande parceria de apoiadores culturais, e estamos felizes de poder voltar em nossa sexta temporada com força total tendo o público como nosso maior aliado”, comenta o produtor executivo Daniel Chiarelli.

André Pottes faz o personagem Lucas onde vive um triângulo amoroso com sua esposa, Simone, e seu amigo de infância, Miguel. Lucas é bastante preconceituoso e conflitante, agressivo, não foi ambicioso a ponto de investir em uma profissão e acaba virando vigia noturno. Quando reencontra Miguel e eles iniciam um caso extraconjugal, Simone passa a ser maltratada e desprezada por ele (mesmo estando grávida de um filho que ele sempre sonhou). Há muitos embates entre Lucas e Miguel, por terem diferentes opiniões e aceitações sobre suas orientações sexuais. Lucas, mesmo estando ao lado de Miguel, não se aceita como gay e ainda julga quem é.

Fernando Zilli interpreta Miguel, é amigo de Lucas, e já na adolescência descobre sua homossexualidade. Durante o acampamento, ele instiga Lucas até que acabam tendo sua primeira relação sexual. Após o ocorrido, eles tomam rumos diferentes na vida. Miguel recebe uma bolsa para estudar em Londres e volta, doze anos depois, como executivo de uma multinacional inglesa, que decide expandir seus negócios para o Brasil. Devido ao reencontro entre eles, o sentimento forte da adolescência vem à tona e inicia-se uma história, mas Miguel sabe o papel dele nesta relação. Miguel é um personagem descontraído, leve, muito seguro de si e preocupa-se com Lucas.

SERVIÇO:

Estreia dia 23 de Maio – Teatro da Uniao Cultural – 21 horas

Maio – Quartas e Quintas, 21 horas.

Junho – Quartas, 21 horas

Endereço: Rua Mário Amaral, 209 – Jardins – São Paulo – 04001-001.

Telefone: (11) 2148-2923. (600 metros do Metrô Brigadeiro)

Censura: 16 anos – Cenas de Sexo, Nudez e Violência Doméstica.

Temática: LGBT

Ingressos a venda na bilheteria do teatro:

70,00 (inteira) e 35,00 (meia-entrada).
30,00 (classe teatral com comprovante).
20,00 (ONGS com venda mínima de 100 ingressos).

Facebook: brutaflorteatro / Instagram: @brutaflorteatro

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: