Pular para o conteúdo

Eu Já Estive Em “Com a Bola no Pé e a Urna na Cabeça, de Heródoto Barbeiro e Gustavo Korte

2022, ano de Copa do Mundo e de Eleições. Sendo assim, um bom momento para ler “Com a Bola no Pé e a Urna na Cabeça”, escrito por Heródoto Barbeiro e Gustavo Korte, publicado pela editora Harbra.

Como os próprios autores dizem logo na apresentação do livro, está em nossas mãos fazer do Brasil um país melhor para se viver. A história se passa em uma classe do ensino fundamental onde a professora convida os alunos a dividirem a sala em dois grupos, um grupo vai criar um time de futebol e outro um partido político. A ideia é fazer a moçada entender que um time de futebol não é algo tão simples, assim como a política não é tão complexa, e para ambos existirem e terem relevância, precisam de envolvimento de todos.

O livro é bem colorido, repleto de imagens para ilustrar os capítulos, o que torna a leitura bem agradável. Em alguns capítulos há pontos de reflexão – Pense Nisso – onde em um dos capítulos, por exemplo, os autores convidam os leitores a refletirem sobre que tipo de torcedor é: obsessivos ou que consegue lidar com a situação de forma mais tranquila?

Há alguns trechos que se apresentam no formato Blog do Barbeiro, onde, assim como seu trabalho na internet, Heródoto Barbeiro apresenta temas como o Caciquismo, o que significa você ser filiado a um partido político, como é composta da Câmara dos Deputados, como é composto o Senado Federal, entre outros assuntos. Também há trechos mais voltados ao esporte, onde no Blog do Gustavo, é possivel ler mais sobre a diferença entre um arbitro e um juiz no futebol, as 17 regras oficiais do futebol e até mesmo o que é a paixão, aquele sentimento que move inúmeros torcedores por todo o mundo.

O pequeno número de mulheres entre as candidatas e eleitas também é tema discutido no livro, assim como o populismo que vem acabando com a democracia, e mais um assunto que eu não tinha conhecimento e me chamou a atenção: o fato dos grandes clubes de futebol serem obrigados a terem times femininos caso queiram competir determinados campeonatos pelo mundo. Enfim, a obrigatoriedade de ter um time feminino ainda é algo que me choca, já que isso deveria ser mais do que normal.

Enfim, mesmo voltado ao público jovem, o livro é repleto de informações sobre times e partidos políticos, sites de referências para que possamos aprender mais sobre os dois assuntos e assim nos preparar para as urnas e para os tantos campeonatos que acontecem dia a dia nos estádios de todo o mundo.

Sinopse: conhece-se muito de futebol, da escalação dos times, dos pontos fortes e fracos de cada jogador, e pouco sobre detalhes importantes da política, como a responsabilidade daqueles que nos representam e que, em última análise, foram escolhidos por nós. Fazendo um paralelo com o futebol, os autores Heródoto Barbeiro e Gustavo Korte procuram neste livro desmistificar que política é coisa difícil de entender, que só tem gente envolvida em corrupção, e que apenas uma elite domina tudo! Utilizando a paixão pelo esporte para transformar a participação na política, nesta obra os autores buscam destacar a importância que cada um de nós tem na qualidade da vida em sociedade, procurando conscientizar os leitores sobre a necessidade de acompanhar, não só nossos times do coração, mas – e principalmente – o que aqueles que elegemos para nos representar estão propondo a fim de resolver os inúmeros problemas que nos afetam diariamente, e como estão utilizando o dinheiro dos impostos que pagamos. Está em nossas mãos fazer deste um país melhor para se viver!

Heródoto Barbeiro, jornalista e escritor, é editor-chefe e âncora do Jornal da Record News, transmitido em multiplataformas. Edita ainda o Blog do Heródoto, no R7.com. Foi apresentador do Roda Vida, da TV Cultura (2011) e âncora do Jornal da CBN (2012). Trabalhou também como professor de História na Universidade de São Paulo – USP (1990). Ao longo de sua trajetória profissional escreveu diversos livros sobre economia política, história, jornalismo, budismo e media training. E pelas longas décadas trabalhadas, Heródoto já conquistou mais de 36 prêmios como reconhecimento por seu trabalho. Entre eles: Grande Prêmio Libero Bardaró de Jornalismo (1992), Prêmio Simón Bolívar, Parlamento Latino-americano (1996), Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte – APCA (1997, 1998, 1999, 2000, 2002, 2003), Prêmio Comunique-se (2003, 2005, 2007, 2010).

Gustavo Korte atuou por mais de 10 anos como psicólogo e coach esportivo, trabalhando como consultor de seleções olímpicas, treinadores e atletas profissionais de diversos esportes. Trabalhou, também, como professor convidado no Departamento de Medicina do Esporte e da Atividade Física da Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP, e de várias universidades no Brasil e no exterior. No futebol, trabalhou na Sociedade Esportiva Palmeiras, no XV de Piracicaba, na Federação Paulista de Futebol, Federação Paranaense de Futebol, Confederação Brasileira de Futebol, Federação Finlandesa de Futebol e FIFA com árbitros. Atualmente é empresário nas áreas de saúde e fintech.

Com a Bola no Pé e a Urna na Cabeça foi escrito por Heródoto Barbeiro e Gustavo Korte. Tem 128 páginas e foi publicado pela Editora Harbra. Está à venda no site da editora e também nas plataformas de e-commerce.

Janaína Leme

@eujaestiveem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: