Pular para o conteúdo

Em ritmo de Copa do Mundo, Sesc São Paulo promove segunda edição do Mundial de Playlists

Em ano de Mundial, o país do futebol para pra ver seus representantes em campo. Desta vez, entretanto, não é só no futebol que a seleção canarinha que vai se apresentar: a música nacional se prepara para embates com repertórios de todo o globo no Mundial de Playlists, que, em sua segunda edição, ocorrerá entre 17/11 e 15/12 na Apple Music, Deezer e Spotify.

Se em 2018 a Copa do Mundo de Futebol não foi favorável ao Brasil, sua esquadra musical, no entanto, foi a campeã do Mundial de Playlists e segue favorita para 2022. Assim como na primeira edição, cada país é representado por uma seleção de 12 músicas, simbolizando 11 jogadores mais uma faixa dedicada à comissão técnica. Todas as equipes foram escaladas pelo Sesc Digital, mas a torcida é quem escolhe a playlist vencedora de cada partida ‘sonora’.

Em campo

As seleções são formadas pelos diferentes estilos musicais de cada país, do tradicional ao contemporâneo, do erudito ao popular. Cada posição no campo de futebol é representada, em suas características, pelo artista / banda e canção selecionada. Sendo assim, há figura do goleiro, aquele que transmite segurança e organiza o time com sua visão privilegiada. A zaga segura a bronca e neutraliza o jogo do adversário. Os laterais são velozes e se movimentam muito. O meio campo propõe o jogo e dá a necessária cadência à equipe. Os atacantes são certeiros e responsáveis pela festa na torcida. O técnico é o maestro, que garante a musicalidade e o ritmo do jogo. O Mundial tem o apito inicial com a disponibilização de todas as playlists pelo Deezer, Spotify e Apple Music. As oito seleções com mais seguidores de suas playlists  avançam para a fase seguinte, em confronto nas quartas de final, num caminho eliminatório até a grande decisão. A cada fase os placares são zerados e as playlists atualizadas com substituições, caso a comissão técnica considere necessário. Os resultados das partidas serão divulgados nas redes sociais do Sesc São Paulo.

Os convocados

A seleção brasileira entra forte no certame, destacando-se por seu ritmo pulsante, leve e irreverente, sem perder a consistência técnica. De olho no bicampeonato, o Brasil conta com a torcida para levantar mais um caneco, traz na escalação Exaltasamba, Daniela Mercury, Racionais MC’s, Sepultura e Gilberto Gil fechando a lateral esquerda. Já o meio campo é regido pelo triângulo Jorge Ben Jor, Elza Soares e Ludmilla, que abastecem o portentoso ataque da dupla Chitãozinho & Chororó com a camisa 10. O time comandado pelo técnico Tim Maia conta com um ataque formado por Glória Groove e Iza. Time escalado, promessa de muitos gols e show nos fones. Falta agora o apoio da torcida brasileira, que nunca deixa a seleção na mão.

E para quem acha que a Copa do Mundo vai ser fácil é melhor ficar esperto com as escalações das outras seleções que trazem nomes de peso, como a Espanha de Julio Iglesias – que já atuou como goleiro do Real Madrid Castilla. Também está no páreo a Austrália de Midnight Oil, Silverchair, Kylie Minogue, AC/DC e Men At Work, mas é bom ficar de olho nas surpreendentes Coreia do Sul, com seu K-Pop que move milhões, no heavy metal da seleção do Catar (para surpresa de muitos) e o eclético Canadá, com Alanis Morissette, Drake, Avril Lavigne, Neil Young, Céline Dion, Justin Bieber, Shania Twain e Joni Mitchell. E, claro, não dá para esquecer da tradicional Inglaterra. O berço do rock leva ao mundial nomes como Beatles, Adele, Amy Winehouse, George Michael, Ed Sheeran, Queen, David Bowie e Elton John.

Outro grande desafio está no confronto com a seleção americana, com toda sua potência e um repertório que balança qualquer adversário. Pela primeira vez no Mundial de Playlists, os Estados Unidos estouram as caixas de som com Aretha Franklin, Ramones, Public Enemy, Dr. Dre e Snoopy Dogg, além de Whitney Houston, Lady Gaga, Jimi Hendrix, Bruce Springsteen, Stevie Wonder, Ray Charles, Beyoncé e B.B. King.

Escalação brasileira

Confira, abaixo, a escalação completa da seleção brasileira:

1. Exaltasamba – Me Apaixonei pela Pessoa Errada

2. Racionais MC’s – Diário de um Detento

3. Sepultura – Territorry

4. Daniela Mercury – O Canto da Cidade

5. Gilberto Gil – Aquele Abraço

6. Jorge Ben Jor – Fio Maravilha

7. Elza Soares – Como Lutei

8. Ludmilla – Cheguei

9. Gloria Groove – Vermelho

10. Chitãozinho & Xororó – Evidências

11. Iza – Pesadão

Técnico: Tim Maia – O Descobridor dos Sete Mares

Mas como sabemos, o técnico Tim Maia é imprevisível e alterações podem ser feitas a qualquer momento.

Serviço

Mundial de Playlists – Sesc São Paulo

Cronograma:

1/11 – Lançamento do site do projeto – mundialdeplaylists.sescsp.org.br

Rodada 1 – Classificação Geral 

17/11: Disponibilização das Playlists e início da competição

24/11: Apresentação dos resultados dos oito primeiros colocados 

Rodada 2 – Quartas 

28/11: Apresentação das partidas e início da segunda rodada 

28/11 a 2/12:

Partidas ocorrem simultaneamente: 

Partida 1: 1º Colocado X 8º Colocado 

Partida 2: 2º Colocado X 7º Colocado 

Partida 3: 3º Colocado X 6º Colocado 

Partida 4: 4º Colocado X 5º Colocado 

Rodada 3 – Semifinais 

5/12: Apresentação dos classificados e início das semifinais 

5/12 a 9/12:

Partida 5: Vencedor Partida 1 X Vencedor Partida 2 

Partida 6: Vencedor Partida 3 X Vencedor Partida 4 

Rodada 4 – Final 

12/12 a 15/12:

Partida 7: Vencedor Partida 5 X Vencedor Partida 6 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: