Pular para o conteúdo

4 escritoras para você conhecer nesse 8 de março

Dia Internacional da Mulher é comemorado no dia 8 de março, que este ano cai na quarta-feira, e marca a luta das mulheres por igualdade. A data foi comemorada pela primeira vez em 1911, graças a Clara Zetkin, ativista e defensora dos direitos das mulheres, mas só entrou no calendário de celebrações em 1975, quando a data foi reconhecida pela ONU.

Ao longo dos anos a data ganhou força e hoje celebra os avanços das mulheres na sociedade. E nada mais justo que neste dia, do que você conhecer 4 escritoras que sempre valem a leitura. Quem preparou a lista foi a diagramadora e sócia-proprietária da Editora Devaneios, Sammy Riether.

  1. Nadia Murad – é ativista dos direitos humanos, que em 2014 foi sequestrada pelo grupo terrorista Estado Islâmico. Em 2016 a escritora se tornou Embaixadora da Boa Vontade para a Dignidade dos Sobreviventes do Tráfico Humano da ONU. Em 2018, Nadia ganhou Nobel da Paz por seus trabalhos prestados. “A minha dica é o livro biográfico da Nadia – Que eu seja a última – o livro que conta sua história e narra todo o tempo em que ela ficou nas mãos dos terroristas”.
  1. Conceição Evaristo – Maria da Conceição Evaristo, é uma linguista e escritora brasileira, das mais influentes do movimento pós-modernista no país. A autora ficou conhecida por livros de gêneros variados como poesia, romance, contos e ensaios, hoje está aposentada. A dica aqui é o livro de contos Olhos D’Água. “Nesse livro Conceição usa os contos para tratar de temas como racismo e a misoginia enfrentado por mulheres negras no Brasil”, comenta Sammy.
  1. Joseli Medeiros – Joseli Medeiros é escritora paranaense, formada em contabilidade e estudante de marketing digital. Ela se descreve como um leitora assídua, amante dos bichos e da natureza. A sugestão de leitura é o livro Vidas Roubas, que fala sobre vítimas de violência sexual. “Vidas Roubadas, traz uma mensagem forte e necessária, nele a autora conta uma história real sobre violência, é um livro que chega a incomodar, mas nos faz refletir sobre esse tema”.
  1. Hilda Hilist – Hilda de Almeida Prado Hilist faleceu em 2004, foi uma poeta, ficcionista, cronista e dramaturga brasileira e é considerada até hoje pela crítica como uma das maiores escritoras do século XX. Em seu trabalho a escritora aborda os mais variados temas como misticismo, insanidade, erotismo e libertação sexual feminina. “O Caderno Rosa de Lori Lamby” é um dos livros mais polêmicos da autora, mas que com certeza valem a leitura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: