Pular para o conteúdo

Eu Já Estive Em “75 Dicas para Escrever um Livro”

Segundo o Clube de Autores, hoje em dia todo mundo pode escrever um livro. É partindo desse princípio que criaram um manual com 75 dicas fáceis e objetivas para ajudar quem está pensando em escrever.

O Clube de Autores é uma plataforma de autopublicações. Nela, autores independentes publicam suas obras sem tiragem mínima, sob demanda e sem custos.

Uma dica bem legal lida em “75 Dicas para Escrever um Livro” é sempre analisar as referências mais famosas com a citação dos 10 livros mais vendidos da história. São eles: Dom Quixote, O Conde de Monte Cristo, Um Conto de Duas Cidades, O Pequeno Príncipe, O Senhor dos Anéis, Harry Porter e a Pedra Filosofal, O Caso dos 10 Negrinhos, O Sonho da Câmara Vermelha, O Leão a Feiticeira e o Guarda-Roupa e Ela, A Feiticeira.

Confira algumas das dicas que o livro conta para você:

  • Comece a escrever um livro… lendo – sinto muito por colocar um ponto final nessa sua crença tão bem construída, mas para ser um bom escritor, não basta apenas escrever. É necessário antes de mais nada ler, e muito.
  • Todo escritor começou em algum lugar – como acontece na maioria das áreas da vida, a prática leva à perfeição.
  • Estude a trajetória do herói e os arquétipos – Quando uma história é baseada na ‘trajetória do herói’, a narrativa acontece basicamente ao redor de um personagem principal.
  • Entenda e abrace o zeitgeist – Zeitgeist é uma palavra alemã que significa ‘espírito do tempo’. Sua aplicação prática é entender qual o conjunto de valores que está efetivamente movendo uma sociedade em um dado momento para que se consiga tomar proveito disso.
  • A importância de um código moral – é uma ótima oportunidade para gerar conflitos mais adiante ao colocar seu protagonista frente a frente com situações que desafiam seus princípios mais caro.
  • Defina sua ferramenta de trabalho – O Word, apesar de ser o avô dos editores de texto, é ainda o mais utilizado e o mais prático.
  • Decida quando descrever e quando utilizar diálogos – diálogos vem entre aspas ou travessões. Enquanto o diálogo fornece o conteúdo em primeira mão, as descrições podem ser feitas sob a interpretação do narrador.
  • Edite personagens, acontecimentos e a forma como você escreveu – escrever é a parte mais rápida do livro, o trabalho mesmo está no passo seguinte, aparar as arestas de cada uma das frases.

Janaína Leme

@eujaestiveem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: