Pular para o conteúdo

Eu Já Estive Em “O Guia do Mochileiro das Galáxias”

Não Entre em Pânico! Ao ouvir “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, de Douglas Adam, me preocupei com a resposta correta que é 42… já que o ano que vem chego aos 42 🙂

Brincadeiras a parte, essa foi a primeira vez que ouvi um livro. E digo que a qualidade da narrativa foi o o grande diferencial para me manter firme e forte do começo ao fim do audiobook.

Arthur e Ford, os primeiros personagens que aparecem na história, confundem a nossa cabeça nos primeiros capítulos, mas tudo é explicado 12 minutos depois do encontro dos dois.

Arthur é um inglês que se depara com uma equipe querendo demolir sua casa para seguir com a construção de uma estrada e Fred, seu amigo, está na Terra há 15 anos fazendo pesquisa de campo para melhorar o verbete sobe o nosso planeta no “O Guia do Mochileiro das Galáxias”, mas isso você só vai ficar sabendo depois desses 12 minutos iniciais.

Douglas Adam escreveu “O Guia do Mochileiro das Galáxias” em 1970 e sei que tem coisas que não devo ter entendido direito, mas não vou esquecer do restaurante e dos donos dele quase no fim da obra (sem spoiler, por isso sem mais comentários).

Mas, a melhor parte da vida é agora entender porque existe o Dia da Toalha (25 de maio) e fazer parte de mais essa data do mundo nerd que tanto amo!

Ah, ouvi “O Guia do Mochileiro das Galáxias” pela Auti Books, e super recomendo a qualidade das obras comercializadas por lá!

Janaína Leme

@eujaestiveem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: