Pular para o conteúdo

Eu Já Estive Em “Cuide-se”, de Cátia Bazzan

Sempre que eu leio um livro eu tiro uma frase ou ideia que sempre que alguém me perguntar sobre o que eu achei da obra, eu possa passar a minha percepção. A lição que tirei de “Cuide-se – Aprenda a se ajudar em primeiro lugar”, de Cátia Bazzan, publicado pela editora Luz da Serra, é: aceite a sua família e a sua história, o que está por trás de você, mesmo que você não conheça seus pais, para que possa ter prosperidade na vida.

“Cuide-se” começa com Cátia Bazzan contando um pouco da sua história. A autora, referência na área de Terapia Holística e desenvolvimento pessoal, colocou neste livro o conhecimento que adquiriu atendendo e ajudando as pessoas a primeiro cuidarem de si mesmo para assim serem fortes o bastante para cuidar do próximo.

O livro é muito bem diagramado e cheio de exercícios. O tipo de leitura que é mais válida se feita aos poucos para que o leitor possa assimilar o que aprendeu e a colocar em prática os exercícios que fez. “Cuide-se” tem sete capítulos e uma parte só com casos de pacientes que passaram pelo consultório de Cátia Bazzan.

Vamos a alguns pequenos trechos do livro:

  • E aí eu acreditava que um novo desafio financeiro ou material poderia me reabastecer. Até que fui compreendendo que estava iniciando, mais uma vez, aquele ciclo de buscar fora o que eu não havia alimentado dentro de mim;
  • Ao longo da leitura deste livro, você vai ver que não precisa se tornar uma personalidade importante, nem mesmo se tornar um profissional que ajuda as pessoas, para fazer sua parte e colaborar com o mundo;
  • Só o fato de você se manter conectado com os seus sonhos, acreditar neles e ter brilho nos olhos, muda o seu magnetismo pessoal. Assim, você se torna capaz de levar luz por onde passa;
  • Se alguém está vivendo uma situação difícil, seu papel é estar presente e não querer tirar a dor dele;
  • A ansiedade, para o escritor Napoleon Hill é um estado de espírito baseado no medo. Ela se instala devagar, mas com persistência. Passo a passo toma a mente até anular a capacidade de raciocínio, a auto confiança e a iniciativa;
  • Se você decidir o que quer, obriga-se a entrar em ação, aprender com isso e mudar a sua perspectiva. Isso acabará por criar um impulso necessário para atingir o seu resultado;
  • Ao dar respostas prontas, além de não estimular a pessoa a pensar no que é melhor para ela, usando os recursos internos que ela tem disponíveis, você acaba interferindo mais e ajudando menos;
  • Bob Proctor diz que as nossas crenças são resultados do que acreditamos. Já o que acreditamos é resultado dos nossos paradigmas;
  • Com base nos ensinamentos da Constelação Familiar, método de Bert Hellinger, a mãe representa a forma como construímos a vida. É a energia da mãe que vai fazer o nosso trabalho crescer e prosperar, pois é ela quem nos carrega por nove meses na barriga;
  • Quando você está em harmonia com os seus pais, consegue ficar em harmonia com a vida. E isso faz com que seja feliz com você mesmo, e mais feliz ainda quando compartilha a vida com outra pessoa.

“Cuide-se – Aprenda a se ajudar em primeiro lugar”, de Cátia Bazzan, tem 138 página, é classificado como livro de Auto Ajuda e está disponível na Amazon e no site da Editora Luz da Serra.

Janaína Leme

@eujaestiveem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: