Pular para o conteúdo

Eu Já Estive Em “Manifesto da Autoestima”, de Patrícia Cândido

Sabia que o tempo é o nosso maior patrimônio? Justamente por isso é bem importante investir horas de leitura em assuntos que te fazem bem. E foi isso o que rolou com o “Manifesto da Autoestima”, de Patrícia Cândido, publicado pela editora Luz da Serra.

A autoestima é um processo, então temos que buscar sempre um crescimento contínuo, mesmo porque, como diz Patrícia Cândido, o primeiro passo é sempre nosso.

A autora ressalta que o mundo quer nos conformar, quer nos dar um formato, além da sociedade, que nos impõe uma série de regras. Segundo Patrícia, os desafios que abalam a nossa confiança se encontram arraigados em muitos níveis, desde falar outra língua, até não gostar de encarar o espelho.

Um ponto que me chamou a atenção foi quando a autora ressalta que muitas vezes somo geniais, temos grandes ideias, só que podemos estar inseridos num grupo de pessoas medianas e começamos a diminuir a nossa Luz para nos encaixarmos nos padrões do grupo.

Outro ponto diz respeito a nossa curiosidade. É muito importante sermos curiosos, porque quando deixamos de ser curiosos, é como se a vida parasse, pois deixa de ter novidades.

E, uma parte importante sobre os cuidados com o corpo aponta que vale direcionarmos o foco para a funcionalidade e não para a estética do corpo. Se focarmos mais no que cada parte do corpo é capaz de produzir daremos mais valor ao nosso corpo, além do que temos que ser muito gratos por tudo funcionar tão bem.

Ah, e a organização? Sim, pode acreditar que a autoestima está totalmente ligada a organização na sua vida, principalmente quando organizar as coisas está relacionado a se libertar de todos os cacarecos entulhados dentro de casa.

São 11 capítulos: O muro das dores, Autoestima e você, Os 10 erros que tiram o seu poder, Autoimagem, Autoestima e seu corpo, Autoestima e os outros, Autoestima e o amor romântico, Autoestima e carreira, Autoestima e prosperidade, Uma nova autoimagem e Práticas e exercícios “Reintegrando o seu Ser”.

O livro também é repleto de exercícios para refletirmos sobre o que está atrapalhando melhorarmos a nossa autoestima. No fim do livro há um capítulo só com atividades que podemos fazer durante 21 dias e lembrarmos o quanto somos especiais e não apenas um corpo inserido numa sociedade para agradar aos outros. A autora tem uma frase chave para mantermos a autoestima em alta: basta sentir amor sempre!

Patrícia Cândido é filósofa, escritora best-seller internacional e autora de 17 obras publicadas. Atua na área das terapias naturais e desenvolvimento pessoal há 18 anos. 

Vamos a alguns trechos do “Manifesto da Autoestima”:

  • Mestre, como eu faço para sair desse buraco? E o Mestre responde: do mesmo jeito que você entrou!
  • Autoestima significa você conseguir dar força para si mesmo e conseguir sair do buraco sempre que necessário.
  • Resiliência é a capacidade que você tem de lidar com momentos de adversidades e encarar os problemas e os desafios como oportunidades de crescimento.
  • A verdadeira autoestima é a capacidade de se autocopiar em momentos de crise.
  • Uma palavra não é nada sem a energia que ela carrega.
  • Desapegar do passado é se libertar da culpa e do ressentimento.
  • Se o Universo não respondeu é porque você não perguntou.
  • Cada vez que você se compara a alguém, sua autoestima começa morrer aos poucos.
  • A aceitação de que não somos perfeitos torna a vida mais leve, feliz e descomplicara.
  • O bom é você procurar aprender sobre tudo e, as vezes, o que lhe dá esse poder é justamente ser diferente.
  • Você pode ser um canal de amor, luz, raiva, ódio, culpa, entre tantas outras coisas: a escolha é sempre sua.
  • Olhe para as pessoas sem rótulos e julgamentos, pois é fundamental para nosso autodesenvolvimento. As pessoas as nossas voltas são como grandes professores.
  • Algumas pessoas vieram ensinar o amor, outras vieram lhe ensinar a ousadia.
  • O perfeccionismo exacerbado acaba nos gerando neurose e um estado de autocobrança e estresse que muitas vezes se converte em doença.
  • O seu tempo é seu principal recurso, e ele só anda para frente.

Janaína Leme

@eujaestiveem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: