Pular para o conteúdo

Cervejaria Bragantina desmistifica os growlers

Cervejaria Bragantina desmistifica os growlers. Muitos mitos, dúvidas e uso incorreto cercam os garrafões tão úteis para qualquer cervejeiro O growler é o grande protagonista em tempos de pandemia. Com o delivery a todo vapor, o uso dos garrafões é muito útil para os cervejeiros de plantão, mas muitas dúvidas e mitos circulam ao adquiri-los.

Para aqueles que não sabem, os growlers são vasilhames retornáveis feitos de cerâmica, vidro, inox ou pet (único material não retornável). Dependendo do modelo, podem ter tampas de pressão ou de rosca, e permitem ao consumidor transportar e consumir o chope sempre fresco, evitando que se percam as características sensoriais da bebida, como carbonatação, frescor, aroma e sabor. Como curiosidade, os growlers de vidro apresentam a maior variedade de tamanhos (os mais comuns variam entre 1L e 3L ) e formas de fechamento (tampa flip-top e rosca). A Cervejaria Bragantina, localizada no interior de São Paulo, diz quais são os mitos e a realidade sobre os growlers, e qual a melhor maneira de cuidar e armazenar o vasilhame:

1. Não posso usar mais de uma vez: MENTIRA Pode sim. Aliás, essa é uma das premissas do uso do growler, além de permitir que a gente consuma o chope fresco. Com exceção dos growlers feitos de plástico, todos os outros são reutilizáveis, sejam eles de vidro, cerâmica ou metal. A única coisa necessária para que seja possível usar de novo, quantas vezes quiser, é manter a garrafa limpa após o consumo do líquido. Quando cheios, devemos sempre armazenar na vertical, para que a área da superfície em contato com o oxigênio seja a menor possível. Quando vazios, devemos armazená-los longe de áreas com umidade, ou seja, mantê-los sempre em locais secos, limpos e livres de odores. Se higienizá-lo com água fervente, não o coloque imediatamente em superfícies frias, pois isso pode causar um choque térmico. Guardá-lo seco, mantendo a tampa aberta para evitar o desenvolvimento de bolores e mofos e o consequente mau cheiro no seu interior, ou após secar bem, colocar cerca de 50ml de álcool 70º para guardar fechado.

2. O growler precisa ser higienizado imediatamente: VERDADE Pode se usar até detergente, é só se certificar de tirar quaisquer resíduos do produto durante a lavagem, mas deve ser lavado na hora. A verdade é que devemos sempre, sem exceção, lavar com água corrente ou com água quente logo após a utilização. Caso demore um pouco para fazer a higienização, use água com 1% de ácido peracético ou detergente. Se optar por utilizar algum desses dois produtos de limpeza, apenas tenha a certeza de que ele foi totalmente removido antes de entrar em contato com a cerveja. Se optar por lavar com água quente, não coloque o vasilhame imediatamente em contato com superfície fria (o que poderia causar fissuras devido ao choque térmico).

É recomendado também limpar tanto o interior quanto o exterior do growler, bem como o anel de vedação da tampa (no caso de tampas flip-top), que deve ser retirado para limpeza e depois recolocado. Importante: Não colocar o anel de vedação em contato com água quente ou materiais abrasivos, pois pode ocorrer o ressecamento do material. Além disso, tome cuidado para colocá-lo na mesma posição que estava originalmente, sem deixar nenhuma fresta, para evitar vazamentos na próxima vez que encher o growler.

3. O transporte do growler exige cuidados especiais: VERDADE É preciso evitar qualquer tipo de batida ou queda do growler, principalmente se ele for de cerâmica ou de vidro. O choque pode trincar ou, até, gerar microfissuras quase imperceptíveis mas que podem fazer com que o garrafão quebre quando for enchido sob pressão. Ao transportar mais de uma peça, tomar cuidado para que estejam isoladas para que uma garrafa não bata na outra. Evite a exposição, direta ou indireta, a fontes de calor. Lembrando que se o growler estiver cheio de cerveja gelada e for apoiado em uma superfície quente, ele também poderá quebrar, devido ao choque térmico. Recomendamos também não encher o growler de cerâmica em equipamentos de contrapressão, pois apesar de serem muito bonitos, existe o risco de explosão ou rompimento devido à carbonatação muito alta.

4. O growler tem prazo de validade: MENTIRA Os growlers de vidro, cerâmica e metal podem durar muito! Apesar de parecerem frágeis, eles costumam ter uma vida útil muito longa e a validade do produto final é indeterminada, desde que sejam tomadas todas as precauções e cuidados necessários para sua preservação tanto no momento da higienização, como no armazenamento e transporte.  

5. O Growler de cerâmica faz a cerveja durar menos: MENTIRA A conservação das características da cerveja vai depender mais do armazenamento do que do material do growler. A cerâmica protege o líquido da luz, que pode alterar o sabor da cerveja, mas não faz com que ela dure mais. Sendo assim, podemos considerar duas variáveis. Se for envasado sem pressão, recomenda-se o consumo em até 10 dias. Se for envasado por contrapressão (sistema que injeta CO2 e expulsa o O2 presente no recipiente), é possível armazená-la um pouco mais, até duas a três semanas. Independentemente da técnica utilizada para o envase, sempre conservar refrigerado, armazenar na vertical, e uma vez aberto, o ideal é o consumo imediato. Por esse motivo, recomenda-se que ao comprar um growler a pessoa escolha o que seja mais adequado ao seu perfil de consumo, ou seja, se ela bebe sozinha, o ideal é escolher um growler de menor volume; já se costuma estar acompanhado, compensa optar pelos maiores, como os de 3L ou até 5L.

6. O growler de cerâmica mantém a temperatura da cerveja por mais tempo: VERDADE É física, a cerâmica tem uma capacidade de trocar calor com o meio de forma mais lenta que os outros materiais utilizados para a fabricação dos growlers. Essa característica térmica ajuda a prolongar o tempo que a cerveja vai se manter com a temperatura mais baixa, desde que o growler esteja bem fechado, com a vedação da tampa em boas condições.

7. O growler interfere nas características da cerveja: MENTIRA Não interfere se, após o uso, tiver sido higienizado e armazenado de acordo com as recomendações e condições ideais. Uma vez cheio, haverá alteração nas características sensoriais da cerveja apenas se o growler não for fechado corretamente, podendo descarbonatar ou “perder o gás” da cerveja, ou então se o growler for exposto ao sol ou a temperaturas elevadas, o que pode trazer aromas e gostos indesejados à cerveja. Nesse caso, a cerâmica ou o metal levam vantagem, já que a incidência de luz sobre a bebida armazenada nesses tipos de materiais é zero, e isso contribui muito na conservação mantendo as características originais do produto por um período de tempo maior.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: