Pular para o conteúdo

Eu Já Estive Em “A Saga do Guerreiro Kauan”, de Roberto Merin

A cultura brasileira e a Floresta Amazônica tomam as páginas de “A Saga do Guerreiro Kauan: passado misterioso, o surgimento das florestas, dos feiticeiros e a aliança secreta”. O livro, escrito por Roberto Merin, é indicado para jovens de 12 a 18 anos que gostem de ler sobre lendas e aventura.

Fomos convidados pelo autor a ler sua obra. Segundo Roberto Merin, essa é a primeira de uma saga que tem como objetivo colocar jovens e adolescentes em contato com a cultura brasileira por meio do surgimento da floresta Amazônica. A lenda conta em detalhes o surgimento da floresta e é repleta de detalhes da paisagem do local, e, como em tudo o que existe sempre há o lado bom e o lado mal, aquilo que é criado para o bem versus a criação para o mal.

Pela divisão dos capítulos é possível entender o andamento da história: a profecia, livro 1, o surgimento das florestas, o poder de Monã, passado misterioso, a confecção dos muiraquitãs, quatro luas, os feiticeiros se separam, feiticeiro velho, o mal maior, o povo marcado, filho das sombras, o misterioso enviado de Monã, paredes de rocha, e aí entramos na Segunda parte, que segue com mais 10 capítulos.

Estamos falando de uma saga, ou seja, “passado misterioso, o surgimento das florestas, dos feiticeiros e a aliança secreta”, é o primeiro livro que abre toda a história. O que me chamou bastante atenção foi colocar um indígena como protagonista da saga e, também, a criação de personagens animais diferentes e com grande importância na trama.

Algumas frases do livro:

“Não havia mais esperanças, não há esperanças para os filhos da floresta, o mal está se espalhando por ela”.

“Da mesma forma que as plantas buscam nas árvores o tronco para chegarem à luz do sol, os animais caminhavam para a sobrevivência”.

“Um bicho é único. Um rio é único, da mesma forma é com cada ser vivo”.

Sinopse: na Amazônia de muitas eras antigas, do antigo tempo dos deuses, aconteceu um evento que desencadeou a criação da floresta, dos animais e dos humanos. Porém, no mesmo ato de criação, o mal se espalhou pela mata. O deus criador de todas as coisas, Monã, teve poderes roubados por feiticeiros que passaram ameaçar a destruir a floresta. Houve um período de trégua, uma aliança secreta entre os deuses               e homens selou a harmonia. Uma profecia foi lançada. O que não se sabia é que a harmonia seria abalada. A floresta está prestes a ser destruída. Um povo capturado por um feiticeiro, um menino com um arco e flechas sagrado, uma onça gigante de cavalgadura e um macaco xamã falante que se transforma na mística ave uiraçu. Eis que a profecia começa, mas são tempos de ameaça e a floresta Amazônica começa a morrer.

Roberto Merin é alguém apaixonado pela natureza, pela cultura indígena e em livro resolveu compartilhar sua mensagem. Segundo o autor, A Saga do Guerreiro Kauan é uma viagem pelo mundo fantástico tão pouco conhecido da maioria das pessoas.

“A Saga do Guerreiro Kauan: passado misterioso, o surgimento das florestas, dos feiticeiros e a aliança secreta”, escrito por Roberto Merin, tem 92 páginas e tempo estimado de leitura de duas horas e meia. Está disponível em formato digital na Amazon e pode ser lido gratuitamente para quem já assina o Kindle Unlimited.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: