Pular para o conteúdo

Eu Já Estive Em “Orto”, de Raphael Trindade Maio

Ah, fazia um tempinho que não lia nada aterrorizante e “Orto”, de Raphael T. Maio veio a calhar. Daqueles livros curtos, que você lê de uma vez, mas que mostra para que veio.

Pierre dirigia, Emma, casada com Pierre e grávida, estava ao seu lado no carro, quando começam a discutir. Uma figura estranha aparece no exato momento em que o acidente com o carro com a família, acontece. Emma já acorda no hospital. O bebê está bem, mas Pierre em coma.

A história segue daí e posso dizer que o hospital me remetia mais a um hospício do que simplesmente a um lugar onde se cura pessoas feridas. Fiquei bem intrigada com a forma com que todos no hospital agiam todo o tempo, e acreditem, é possível criar várias teorias para tudo o que está acontecendo e você vai querer terminar para saber se estão corretas. Eu não sou um exemplo para teorias, sempre erro, e aqui não foi diferente.

Sinopse: escolhas malditas são feitas. Nos garantem um obscuro percurso onde destinos irão cruzar. Neste grande e cruel excurso, seu nome irei evocar.

Formado em marketing e fã de terror desde pequeno, Raphael T. Maio iniciou na escrita em 2019. O autor dedica seu tempo em escrever, desenhar e cuidar de seu abrigo de animais no Rio de Janeiro.

“Orto”, escrito por Raphael T. Maio, tem 87 páginas e está disponível para leitura na Amazon por R$3,99. Quem é assinante do Kindle Unlimited pode ler gratuitamente. Foi lançado em fevereiro de 2021 e está classificado como Horror e Literatura & Ficção.

Espero que gostem também!

Janaína Leme

@eujaestiveem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: