Pular para o conteúdo

Eu Já Estive Em “Os Sete Dragões: Morning Star,” de Cenira Chollet

Fantasia, dragões, disputa entre clãs e cenas picantes estão presentes em Os Setes Dragões: Morning Star (Dragões Lendários), escrito por Cenira Chollet. A obra começa com Goku explicando mais detalhes sobre como se dará toda a trama envolvendo o Clã dos Dragões e o Clã Youkai, colocando a gente um pouco no contexto de todo esse mundo.

Os pais que programam o casamento das filhas com quem pode ser mais rentável. Esse é o viés que permeia toda a história, já que no Clã Youkai temos dois meninos e no Clã dos Dragões duas meninas e uma amizade de décadas entre os pais. Agora, se todos vão se casar da forma imposta e felizes para sempre, é uma outra história. Adiantamos que um dos casais vão se opor a todas as imposições a todo o momento.

O que mais me chamou atenção na trama, tentando não dar spoiler, foi o uso da magia para fazerem as coisas acontecerem, e quando não usada da forma correta, pode levar alguém a loucura. Katherine foi minha personagem preferida nesta história. Justamente por ser uma guerreira, que deixa claro que missão dada é missão cumprida, mas que também tem sentimentos e se apaixona. Mas, sabemos bem quantas vezes o sentimento acaba sendo deixado de lado para dar conta de tudo o que esperam de cada um de nós.

Sobre as cenas hots, elas vão desde a primeira vez entre duas pessoas que se amam até a exploração sexual. Todas estão dentro do contexto do livro, mas vale o comentário, caso alguém não curta algo mais abusivo.

Vamos a alguns trechos do livro:

– Verdade… sofri muito nas mãos do príncipe… ele fez isso… ficou louco por mim.

– Se ela estiver esperando uma recusa irá se assustar, mas não terá escapatória, de uma forma ou de outra, está situação está resolvida…

– Estava absorta em sua indignação, quando sentiu as mãos do rei de Inu Youkai apertando-a pela cintura junto ao seu corpo…

Sinopse: romance baseado em uma realidade alternativa, que conta a intenção de uma reunião por casamento do clã Inu Youkai e do Clã dos Dragões. Essa união enfrenta uma séria de problemas, preconceitos e objeções para que possa realizar.

Cenira Chollet é nascida em Porto Alegre e viveu toda sua efervescência cultural da cidade nos finais dos anos 2000, apaixonada por todo tipo de expressão cultural e artística. Cinéfila assumida e leitora compulsiva, decidiu começar a escrever por incentivo dos amigos escritores e jornalistas. Enquanto cumpria distanciamento social, publicou sua primeira obra de forma independente.

Os Sete Dragões: Morning Star (Dragões Lendários), escrito por Cenira Chollet, tem 144 páginas e está disponível no formato digital na Amazon, também para assinantes do serviço Kindle Unlimited. Foi lançado em fevereiro de 2021 e indicado para leitores a partir de 16 anos. No formato digital também estão disponíveis: As 40 faces do amor: Loucuras e Alucinações, Casa de Bonecas: 1 – A Boneca; Aprisionada (Casa de Carne Livro 1) e Pesadelos… Assombrações e Mal Presságios – livro 1.

Janaína Leme

@eujaestiveem

1 Comentário »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: