Pular para o conteúdo

Paulinas reedita o sucesso “A caligrafia de Dona Sofia”, de André Neves

Reedições de livros de sucesso são sempre bem-vindas. Elas oferecem aos leitores que já conhecem a obra a

oportunidade de reacender a história na sua memória e permitem que leitores que não a conhecem folheiem algo com “jeito” de novo. Assim é com “A caligrafia de Dona Sofia” (Paulinas Editora), grande sucesso do autor e ilustrador André Neves, cuja primeira edição é de 2006 e que, agora, chega com uma nova roupagem, com novas ilustrações, em formato diferente e com uma interessante capa interativa que se transforma em dois lindos envelopes com dedicatória.

O livro oferece uma “viagem poética” na companhia de Dona Sofia, uma simpática professora aposentada que ama tanto as palavras quanto ama o seu jardim. Até as paredes da sua casa são decoradas com poesias dos mais diversos autores. Assim, ela vive de vender suas flores e de distribuir suas poesias por uma cidade inteira. Para isso, ela conta com a ajuda do carteiro Ananias, que, com sua bicicleta, espalha poesias para todo mundo.

A obra permite que conheçamos poesias de vários autores, identificados ao final dos textos escritos com a linda caligrafia de Dona Sofia (daí o nome do livro). Além disso, há uma sobrecapa interativa que pode ser recortada para montar dois envelopes com lindas ilustrações de poesias e espaço para dedicatória. Imagine receber, em tempos de conversas digitais, uma carta escrita em um envelope com várias poesias. Inesquecível, não é mesmo?

Assim é o livro “A caligrafia de Dona Sofia”: uma obra que não envelhece, pelo contrário, se renova com o tempo e nos permite interagir com a história e com as poesias citadas. Lembrando que, desde a edição de 2006, o livro “A caligrafia de Dona Sofia” é Acervo Básico FNLIJ – Edição Renovada Criança (2006), e indicado para os anos iniciais do Ensino Fundamental – 3º ano e 4º ano

ANDRÉ NEVES é escritor e ilustrador, nascido em Recife (PE) e morador de Florianópolis (SC). Tem vários livros publicados, e provocar sensibilidade é o que lhe faz bem. Já conquistou vários prêmios, como o Prêmio Luís Jardim 2001, de melhor livro de imagem. Como escritor, em 2003, foi agraciado com menção honrosa no Prêmio Jabuti e também no prêmio O SUL – Correios e Telégrafos. Em 2004, recebeu o Prêmio Açorianos de melhor ilustração. Ainda recebeu, por parte de sua obra, selos “Altamente Recomendável”, concedidos pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil.

Referência de qualidade, ética e respeito pela diversidade cultural, Paulinas Editora está presente no Brasil desde 1931 e, ao longo de sua trajetória, vem sendo reconhecida por sua atuação com inúmeras premiações, com destaque para oito Prêmios Jabuti – o mais importante prêmio literário do País, conferido pela Câmara Brasileira do Livro –, e com participação em feiras literárias internacionais. Assume como valores em sua ação: Alegria em servir; Amor à missão; Colaboração e criatividade; Comunhão e participação; Espiritualidade; Harmonia e beleza; Ética e responsabilidade social.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: