Pular para o conteúdo

CIRQUE DU SOLEIL VOLTA AO BRASIL COM A TURNÊ DO ESPETÁCULO BAZZAR, A PARTIR DE SETEMBRO

Bem-vindo ao espetáculo BAZZAR, do Cirque du Soleil, um laboratório eclético de criatividade infinita onde uma alegre trupe de acrobatas, dançarinos e músicos cria um espetáculo inspirador. Liderados por seu maestro, eles se unem para inventar um universo caprichoso e único. Num lugar onde se espera o inesperado, o colorido grupo reimagina, reconstrói e reinventa cenas vibrantes num jogo artístico e acrobático de ordem e desordem. Venha e reivindique seu lugar em meio a este “bazar” de alegria e camaradagem criativa. Você só pode achar que o fim da história é realmente apenas o começo!

Inédito no Brasil, o espetáculo fará temporada em São Paulo, de 8 de setembro a 27 de novembro, no Parque Villa-Lobos; em seguida parte para o Rio de Janeiro, onde faz curta temporada, de 08 a 31 de dezembro, no Estacionamento do Riocentro. BAZZAR é apresentado no Brasil por Bradesco, conta com o patrocínio da EnelMotorola e FIAT apoio da Livelo e Riachuelo, café oficial Melitta e com realização da IMM.

Os ingressos para São Paulo já estão disponíveis online (eventim.com.br/cirquebazzar) e na bilheteria oficial (Até dia 31/08 – Shopping Market Place | A partir do dia 01/09 – no Parque Villa Lobos). As sessões dos dias 28 de setembro, 30 de setembro e 5 de outubro de 2022 terão entradas com valores promocionais. 

Já para o Rio de Janeiro, clientes Bradesco contarão com pré-venda exclusiva de 17 de agosto a 06 de setembro. Vendas para o Cirque Club em 07 de setembro e para o público em geral a partir de 08 de setembro. Os ingressos estarão disponíveis de maneira online (eventim.com.br/cirquebazzar) e na bilheteria oficial (até dia 07/12 – Shopping Metropolitano | A partir do dia 08/12 – no Estacionamento do Riocentro)

Os ingressos, para São Paulo e Rio de Janeiro, podem ser parcelados em até 6x para clientes portadores dos Cartões de Débito e Crédito do Bradesco, Next e Bradescard, de pessoas físicas, de todas as bandeiras.

SOBRE BAZZAR

Escrito e dirigido por Susan Gaudreau.

BAZZAR leva você para dentro do processo como nunca antes. “Meu ponto alto é o processo criativo”, diz a escritora e diretora Susan Gaudreau. “Adoro criar com as pessoas. Não há nada mais fascinante para o público do que quando os artistas compartilham isso com você – O que eles passam… Seu mundo interior e criativo.

Liderados pelo Maestro, a trupe se une para inventar um universo caprichoso e único. Com seu precioso Chapéu como ferramenta final para proclamar a ordem, o Maestro dirige a trupe à medida que ela se desenvolve… Apenas para ver seu gênio se desfazer nas mãos de um trapaceiro, cuja curiosidade é um catalisador de enigmas ao longo do caminho para a criação.

Tão sinuoso e emocionante quanto o próprio processo criativo, uma divertida busca de ordem e desordem segue entre o Maestro e o brincalhão; ambos atraídos pela presença do Chapéu e pelo poder que isso acarreta.

Em um lugar onde se espera o inesperado, o colorido grupo imagina, constrói e reconstrói cenas vibrantes em um jogo artístico e acrobático. À medida que a trupe se une na criação, a inspiração irradia do espaço. Em momentos-chave, a história no palco é diretamente influenciada pelo público. Juntando-se à trupe como um só, uma jornada emocional é compartilhada.

BAZZAR também é uma homenagem aos primórdios do Cirque du Soleil, quando uma trupe intimista de artistas de rua há mais de 30 anos surpreendeu multidões.

A emoção de alta energia, a colisão de sons e cores e o ponto de encontro de diversos personagens que você encontraria em um tradicional ‘bazar’, inspiraram o nome do espetáculo. BAZZAR captura perfeitamente o espírito! A ortografia é um pouco diferente, onde o duplo ‘zz’ representa o loop de tempo que você sente durante a aventura. Como uma palavra, BAZZAR também é lido quase da mesma forma ao contrário. Como a performance, quando você pensa que sabe para onde a história está indo – há uma reviravolta!

ATOS DE BAZZAR

A apresentação é dividida em seis atos temporais e espaços cenográficos que mudam de forma, guiando os fãs pelas reviravoltas do processo criativo.

CONSEQUÊNCIAS

Um estado de puro rescaldo. Pós-caos-criativo. Algo incrível aconteceu… mas ainda permanece curiosamente indefinido. Uma cena de gangorra desafia as alturas. Uma energia frenética enche o laboratório de performance enquanto os fãs conhecem o Maestro e a trupe extremamente eclética a que se juntarão nesta emocionante aventura.

MECÂNICO

Clique-clique-clique… Um-dois-três… As rodas giram novamente. As engrenagens criativas se movem. Patinadores sobre-humanos e bikers acrobáticos circulares provocam uma sensação rítmica de rotação onde tudo se conecta. A trupe se reagrupa para recomeçar o processo criativo.

ENSAIO

O Maestro comanda a cena enquanto a trupe de olhos arregalados segue sua liderança. Com foco extremo, a trupe se une em um mundo de espelhos hipnotizantes onde reflexos infinitos representam possibilidades ilimitadas. Um ato de trapézio duplo simboliza confiança e sincronicidade. Pela primeira vez na história do Cirque du Soleil, os artistas exibem força e proezas técnicas em um ato de mallakhamb (ginástica tradicional indiana). A excitação criativa irrompe um frenesi caótico. O Maestro perde o controle.

CORDAS

Grande Âme, uma força calmante, mergulha para amaciar e renovar uma trupe exausta com sua voz. “O sentimento é uma generosidade de coração para coração, dando-lhe energia”, diz Marie-Hélène, Diretora Criativa. As cordas se entrelaçam enquanto a Mulher Flutuante começa a tecer seu mundo. A surpreendentemente bela intérprete de corde lisse tenta libertar o Maestro de um momento de armadilha cômica. Finalmente, as cordas se soltam! A alegria vence!

ESTRUTURA  

Após um caos criativo, reagrupamento e prática, um pouco de desvios aqui e gargalhadas ali, o Maestro finalmente recupera o controle. A trupe se une fortemente! A energia cresce! “É isso! O momento épico deles!” Susan descreve. Um manipulador de fogo domina o palco e, em uma brilhante exibição de diversão e trabalho em equipe, a trupe constrói uma estrutura surpreendente, juntos.

FECHAR COM CHAVE DE OURO

Hora de dançar! Vibre! Grite! A celebração termina em um grande final de acrobacias deslumbrantes: Icarian duo, Bambolê e Hairceau (uma mistura de aro aéreo com suspensão de cabelo, um ato novo dentro do Cirque du Soleil). A pura felicidade supera tudo. Num lampejo entre a folia, um ato único e não intencional da ingênua Mulher Flutuante, desencadeia um novo começo, um novo capítulo. Para quê? Cabe à trupe decidir!

PERSONAGENS PRINCIPAIS

MAESTRO  

O Maestro é o líder mais velho ou “sábio ancião”. Como protagonista com uma presença fisicamente grande, ele tem controle – ou comicamente tenta ter – dentro do processo criativo. Em sua busca bem-humorada para manter a trupe no caminho certo, como provado por um ato de palhaço hilariante e divertido, o Maestro agarra você pelo coração.

A MULHER FLUTUANTE  

Em contraste com o Maestro, a Mulher Flutuante é uma jovem trapaceira que prospera pela liberdade e abraça o caos. Ela é uma personagem pura de coração, desajeitada, inspirada na ingenuidade infantil. A Mulher Flutuante tem zero medo e total confiança em todos. Ela não tem filtros, é curiosa e inocentemente otimista.

TRUPE  

Vinte e sete artistas ecléticos se unem como uma trupe talentosa que mostra um trabalho em equipe feroz. “Nós colocamos suas individualidades e desempenho bruto em si à frente, como – força, flexibilidade, tudo o que os torna incríveis”, diz Marie-Hélène, Diretora Criativa. Artistas explosivos de gangorras elevam a energia ao máximo. O artista de bike acrobático traz uma poética lírica que lembra uma época renascentista. Dançarinos brilham em um espectro de gêneros. Única em tamanhos, atos, personalidades e culturas, a trupe representa a beleza do nosso mundo.

GRANDE ÂME  

Alma do espaço. Cantora do show. Força calmante constante. A Grande Âme une a trupe quando as coisas ficam muito malucas. Uma verdadeira diplomata, ela não toma partido e lembra a todos de seu objetivo principal como uma equipe criativa. Maternal por natureza, ela representa uma mulher poderosa e moderna.

MINI MAESTRO  

Um maestro em formação. Este total ‘aspirante a protagonista’ tem um segredo não tão secreto: ele está loucamente apaixonado pela Mulher Flutuante (mesmo que ela seja uma verdadeira pedra no sapato para sua natureza de necessidade de controle). Os opostos se atraem, como dizem. Sua paixão inocente é adoravelmente sincera.

 LABORATÓRIO DE PERFORMANCE

O laboratório de performance tem que ser um dos personagens!” insiste Susana. Constantemente mudando de cor, luz e música, como uma força emocional, a cenografia se conecta profundamente ao tempo, ritmo e clima geral do laboratório de performance criativa. Está totalmente vivo!

FIGURINOS 

James Lavoie, Figurinista

James Lavoie é o cérebro por trás dos figurinos de BAZZAR. “As artes circenses atraem pessoas diversificadas e dinâmicas. Vamos nos inspirar nelas!” James abraçou a energia, a aparência natural e o talento bruto de cada artista para amplificar seu verdadeiro espírito através do figurino.

Com uma banda de trinta personagens loucos e ecléticos, o principal desafio foi criar looks individuais que unificassem visualmente o espírito da trupe do Cirque du Soleil.

Assim como o programa em si, o processo de criação foi intuitivo e orgânico, não fixo em nenhum ponto no tempo. BAZZAR fez um convite para desenhar por instinto, para se inspirar no dia a dia e confiar nos seus sentidos!

Além do instinto, no entanto, James buscou inspiração nas obras de artistas contemporâneos do século 20, roupas arquitetônicas conceituais e estilo de rua, pois a história do Cirque du Soleil está enraizada na performance de rua. 

Ao longo do processo, a cenografia passou a ser uma forte influência. Estudando a aparência da trupe e observando linhas pretas passando por cada uma. Óbvio e sutil. Grosso e fino. Um aceno para a arquitetura do laboratório de desempenho e conectividade no caos.

Essa conexão visual entre figurino e espaço não era a intenção inicial. James tende a desenhar com caneta e mão pesada no papel. Os criadores de BAZZAR, Susan e Marie-Hélène, viram seus primeiros esboços e se inspiraram.

As etapas do processo criativo, como os primeiros esboços de James, feitos à caneta, são expressas diretamente através do figurino. Por exemplo, a energia caótica do ato ‘Consequência’ é capturada por padrões rabiscados ou “marcas de caneta no papel”, diz James. “Estamos tentando expressar o caos no início da criação. O primeiro traço na tela.

Os temas da Construção-Desconstrução e do Tempo são expressos também através de várias peças de vestuário. Uma saia que parece incompleta. Calça com recortes. Uma camisa com faixas de tecido que levanta a questão: ‘Esta peça já está acabada ou está em processo de confecção?’. Há um forte senso de construção e ruptura. Criando ou desmontando. Muito parecido com o próprio processo criativo.

O chapéu do Maestro é um item de figurino que merece destaque, não apenas por fazer parte do enredo, mas pela função trabalhada em seu design. Plásticos moldados sob medida e cortados a laser se unem para criar um modelo em escala do conjunto, usado na cabeça dos Maestros com iluminação integrada e uma pequena bola de plástico que desliza por um escorregador e por um alçapão.

Técnicas de impressão digital e serigrafia com várias folhas ou silicones adicionam um elemento de experimentação. Cores vibrantes, dourados brilhantes, couro envernizado, pretos e brancos nítidos, estampas atraentes, texturas adoráveis, materiais inovadores e silhuetas de vanguarda colidem em celebração e coesão visual. Nada é tímido em BAZZAR.

CIRQUE DU SOLEIL: BAZZAR – TEMPORADA BRASILEIRA 2022

SÃO PAULO

Local: Parque Villa-Lobos

Endereço: Av. Queiroz Filho, 1.315 -Vila Leopoldina

Temporada: de 08 de setembro a 27 de novembro de 2022

Sessões e horários: Terça-feira, às 21h

                                     Quarta, quinta e sexta-feira, às 17h* e 21h

                                     Sábado, às 13h*, 17h e 21h

                                     Domingo, às  16h e 20h

                                     *apenas em datas específicas

Abertura do local: 1h antes do show

Capacidade: 2500 lugares

Duração: 2 horas, com 20 minutos de intervalo

Classificação: Livre. Menores de 12 anos de idade somente acompanhados dos pais ou responsáveis legais. Sujeito à alteração por decisão Judicial. 

Acesso para deficientes: Acesso e assentos disponíveis.

(*) Neste setor, é necessário contratar o serviço adicional Tapis Rouge por R$400,00, além do valor do ingresso (meia-entrada ou inteira), para um número limitado de assentos de acordo com disponibilidade no ato da compra. O serviço Tapis Rouge não está sujeito à meia-entrada.

BILHETERIA OFICIAL – SEM TAXA DE SERVIÇO

São Paulo – bilheteria disponível até o dia 31 de Agosto de 2022

Shopping Market Place (Av. Dr. Chucri Zaidan, 902 – Vila Cordeiro)

Horários de funcionamento: 

Segunda-feira a sábado – Das 10h às 22h/ Domingo – Das 14h às 20h

VENDAS ONLINE – COM TAXA DE SERVIÇO

Através do site www.eventim.com.br/cirquebazzar 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: