Pular para o conteúdo

Espetáculo Ensina-me a Viver no Teatro Porto

O espetáculo Ensina-me a Viver, com texto de Colin Higgins, tradução de Millôr Fernandes, adaptado e dirigido por João Falcão está em cartaz no Teatro Porto até 9 de outubro. A nova montagem traz ao lado de Arlindo Lopes, Nívea Maria, na pele de Maude, vivida na montagem anterior por Gloria Menezes. As sessões acontecem às sextas e sábados às 20h e aos domingos às 17h.

No novo elenco estão, ao lado da dupla de protagonistas, Susana Ribeiro, Elisa Pinheiro e Fernanda de Freitas (atrizes da primeira montagem), Luciano Bortoluzzi, Carol Dezani, Franz Granja, Walisson Machado e Jamil Kubruk.

Adaptação teatral do filme Harold and Maude, a peça conta a história do encontro amoroso entre os persongens-título – ele, um “senhor de quase vinte anos” obcecado pela morte, ela, uma “menina de quase oitenta anos” apaixonada pela vida.

O cenário foi reconcebido por Sergio Marimba, assim como a luz por Paulo César Medeiros, a trilha por Marcello H e os figurinos por Kika Lopes e Rocio Moure.

Segundo João Falcão, “Alguns pontos que o texto levanta são mais relevantes ainda nos dias de hoje. É uma peça que fala sobre ‘viver’, sobre generosidade, tolerância com as diferenças. Estamos num momento em que ela é ainda mais oportuna. Estamos falando de humanidade, é uma peça pró-vida.”

Ensina-me a Viver chegou no momento certo e oportuno da minha vida, como artista e pessoa, porque tenho nas mãos um personagem riquíssimo de força e positividade. Para mim, como mulher, representa como eu muitas vezes me comportei na minha vida – com esperança de que as coisas deem certo. E ela tem um humor que – poucas pessoas conhecem – eu tenho também, então me identifico demais. Estou muito feliz por representar uma mulher de quase 80 anos que, apesar das dificuldades impostas pela sociedade, mostra caminhos e soluções. Eu também estou chegando aos 80 com alegria e energia de criar. A missão que eu escolhi há 56 anos atrás, continuo realizando e acho tem que comemorar, é um momento muito importante da minha vida”, conta Nívea Maria.

“Tivemos a Gloria, e agora a Nívea, ambas atrizes icônicas, experientes, que estão no nosso imaginário desde sempre, as duas se misturam com a própria história da nossa TV. Mas a peça está diferente, porque Nívea é uma Maude diferente. O espetáculo muda com a presença dela”, conta João Falcão, sobre a nova Maude.

Sinopse

Solitário e atormentado, Harold (Arlindo Lopes) vive com uma mãe indiferente e autoritária (Susana Ribeiro), sem qualquer troca afetiva. Atormentado, tenta chamar atenção simulando tragicômicas tentativas de suicídio.

Harold tem mania de visitar cemitérios e, numa dessas visitas, conhece Maude, uma quase octogenária, livre e apaixonada pela vida que aproveita cada segundo de sua existência como se fosse o último. É um encontro inusitado e improvável, mas a sintonia é imediata. Maude abre para Harold um mundo de prazeres, alegria e liberdade.

LINHA DO TEMPO

Ensina-me a Viver estreou em 27 de outubro de 2007 no Teatro FAAP/SP, e em 2 agosto de 2008 no então Teatro Leblon/RJ. Entre 2009 e 2015, esteve em turnê pelo Brasil, tendo passado por 45 cidades, entre elas as principais capitais, além de novas temporadas em São Paulo e no Rio. Desde a sua estreia, já foi vista por cerca de 850 mil espectadores.

A peça foi vencedora de seis prêmios no ano de 2008, incluindo Melhor Espetáculo Drama, Melhor Diretor Drama e Melhor Ator Drama no Prêmio Qualidade Brasil e Prêmio APTR de Melhor Produção.

Ficha técnica: 

Texto: Colin Higgins. Tradução: Millôr Fernandes. Direção e Adaptação: João Falcão. Elenco: Nívea Maria (Maude Chardin), Arlindo Lopes (Harold Chasen), Susana Ribeiro (Helena Chasen), Elisa Pinheiro e Fernanda de Freitas (Silvia Gazela / Nancy Mercury / Dora Alegria), Luciano Bortoluzzi (Tio Vitor /Dr. Matias /Padre Finney /Inspetor Marcos /Caçapa), Carol Dezani (Maria), Fraz Granja, Walisson Machado e Jamil Kubruk (Coringas). Assistência de Direção: Ana Carolina Francisco. Cenografia: Sérgio Marimba. Figurino: Kika Lopes e Rocio Moure. Iluminação: Paulo César Medeiros. Trilha Sonora: Marcello H. Efeitos Especiais: Bruno Dante. Preparação Corporal: Mônnica Emílio. Design Gráfico: Gilberto Filho. Assessoria de Imprensa: JSPontes Comunicação e Pombo Correio. Mídias Sociais: Rafael Teixeira. Diretor de Palco: Daniel Benevides. Contrarregra: Priscila Alcebiades. Camareiras: Claudia Luna e Miriam Martins. Operadora de Luz: Larissa Kalusinski. Operador de Som: Vitor Osório. Idealização do Projeto: Arlindo Lopes. Produção Executiva: Joana D´Aguiar e Carol Piccolil. Assistente de Produção: Carlotta Romanelli. Gestão Financeira: Gilberto Filho. Diretor de Produção: Arlindo Lopes. Patrocínio: Porto. Realização: Pássaro Azul Produções.

Serviço:

Até 9 de outubro – Sextas e sábados às 20h e domingos às 17h.

Plateia R$100 / Meia-entrada R$50

Balcão e Frisas R$80 / Meia-entrada R$ 40

Classificação: 12 anos.

Duração: 110 minutos.

TEATRO PORTO

Al. Barão de Piracicaba, 740 – Campos Elíseos – São Paulo.

Telefone (11) 3366.8700

Bilheteria:

Aberta somente nos dias de espetáculo, duas horas antes da atração.

Clientes Porto Seguro Bank mais acompanhante têm 50% de desconto.

Clientes Porto mais acompanhante têm 30% de desconto.

VendasVendaswww.sympla.com.br/teatroporto

Capacidade: 508 lugares.

Formas de pagamento: Cartão de crédito e débito (Visa, Mastercard, Elo e Diners).

Acessibilidade: 10 lugares para cadeirantes e 5 cadeiras para obesos.

Estacionamento no local: Gratuito para clientes do Teatro Porto.

Siga o Teatro Porto nas redes sociais:

Facebookfacebook.com/teatroporto

Instagram: @teatroporto

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: