Pular para o conteúdo

Eu Já Estive Em “O Roubo dos Pássaros”, de Christy Lefteri, publicado pela Editora Vestígio

Um romance que te traz para uma realidade, pelo menos para mim, muito distante da que conheço. Podemos começar falando que O Roubo dos Pássaros”, de Christy Leftery, publicado pela editora Vestígio, se passa em Chipre, uma ilha mediterrânea situada no continente asiático, ilha natal (se assim podemos chamar) da autora. Até aqui o livro já ganhou muitas estrelas porque amo muito aprender sobre novas culturas.

Mas, não só isso, a história de Nisha, que do nada desaparece, deixando para trás a casa onde trabalha, seu namorado e sua família, é muito instigante. Os personagens vão sendo apresentados ao longo da história, o que também aguça a curiosidade porque você quer saber mais sobre eles a cada capítulo.

Mas, o que mais me marcou em O Roubo dos Pássaros é como convivemos com pessoas – e no caso de Nisha e sua patroa, por exemplo, era uma convivência de anos inclusive criando a filha da dona da casa praticamente – sem nos importar em saber quem elas realmente são, suas histórias, suas origens.

Os capítulos do livro trazem o nome dos personagens que estão narrando a história naquele momento e se dividem entre Petra, a patroa, e Yannis, o namorado. Gostei demais das partes que Aliki, filha de Petra, praticamente criada por Nisha, já que essa cuida da casa, se manifesta na obra. Em especial sobre seu gosto pelos diferentes pares de Converse.

Não pense que essa é uma história romântica ou com finais feitos para serem felizes. A obra traz temas que precisam serem revistos em nossas mentes sempre, como a perda, a separação, questões ambientais e as práticas ilegais, entre outras que vão te instigar durante a leitura.

Vamos a alguns trechos da obra:

– Fantasmas são lembranças, nada mais, nada menos.

– Aos três anos, ela passou por uma operação, tinha uma cicatriz que descia pelo peito, como um lindo galho de árvore. Às vezes me deixava desenha flores em volta dela…

– Depois da guerra, aprendi uma lição que jamais esqueceria: como uma pessoa pode desaparecer dentro de si mesma, e que, às vezes, como meu pai, ela nunca consegue encontrar o caminho de volta.

– Eu sabia que ela não queria que seus Converse se molhassem e ficassem sujos. Tinha cerca de seis pares de várias cores e modelos… Às vezes usava um pé de cada tênis de propósito…

– Lembre-se que todos nós temos algo em comum, e isto é a água que se passa por nós.

– Porque é isso que fazemos. Quando existe amor, existe um lugar seguro para a tristeza.

Sinopse: Nisha cruzou os oceanos para dar um futuro à sua filha. Durante o dia, ela cuida da casa e da filha de Petra; à noite, ela é mãe de sua própria filhinha, através da tela do telefone. O namorado de Nisha, Yiannis, é um caçador clandestino, que captura as minúsculas e melodiosas aves canoras que migram para a África durante o inverno. Seus sonhos de uma nova vida e de se casar com Nisha são destruídos quando ela desaparece sem qualquer aviso. Ninguém se importa com o sumiço de uma empregada doméstica, exceto Petra e Yiannis. Quando se propuseram a procurá-la, perceberam o pouco que sabiam sobre Nisha. O que eles descobrem vai mudá-los profundamente. Ambientada em seu Chipre natal, Christy Lefteri criou uma poderosa e redentora história de perda, do triunfo do espírito humano e do amor duradouro de uma mãe por seu filho.

Sobre a autora: Criada em Londres, Christy Lefteri é filha de refugiados cipriotas. Ela é doutora em escrita criativa e ensina escrita criativa na Universidade Brunel. Seu romance anterior, O homem que escutava as abelhas, é um bestseller internacional, tendo vendido um milhão de cópias em todo o mundo. Twitter @christy_lefteri.

O Roubo dos Pássaros, de Christy Lefteri, publicado pela editora Vestígio, tem 384 páginas e está disponível no formato impresso e digital. Impresso, à venda nas livrarias de todo o Brasil e no site da editora.

Janaína Leme

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: