Pular para o conteúdo

Eu Já Estive Em “Tombos”, de Eunice Maciel

Já pensou que um tombo pode mudar a sua vida? Em Tombos, de Eunice Maciel, você vai se deparar com quatro histórias, todas elas com um tombo em comum. Alguns fazem do tombo um momento de virada para o bem, outros não conseguem se levantar, e/ou tem bastante dificuldade para isso.

Temos a história da Helena, do Douglas, da Juliana e do Tancredo. A vida de Helena mudou depois de um tombo de bicicleta, Douglas depois do “tombo” de escolher terminar um relacionamento. A meu ver o tombo de Juliana foi principalmente o alcoolismo, mas tem muito antes disso, e como a própria autora disse, o tombo de Tancredo foi ele ter nascido, assim como o parto de Macunaíma.

Economista de formação, Eunice Maciel nos contou durante nosso encontro depois da leitura coletiva de sua obra, que adorou se tornar autora e tem outros cinco livros para os jovens autores. “Uma coisa é escrever para as crianças e contar histórias para elas, outra coisa é escrever para adultos e ter a devolutiva deles”, destaca Eunice.

Eunice tomou um tombo na vida e pensou em publicar algo já que quando está chateada ou muito feliz coloca os sentimentos no papel. Começou pela história de Helena, que traz um pouco de seu próprio tombo e depois resolveu fazer um contraponto, criando a história da Juliana. O próximo passo foi se desafiar a escrever uma história da perspectiva de um homem, e assim surgiu Tancredo, e por último surgiu Douglas, que muda de vida depois de ler o livro Finding Meaning in the second Half of Life. O livro realmente existe e foi escrito pelo PHD James Hollis, deixando aqui o link se mais alguém se inspirar em ler para mudar de vida.

A autora também nos contou que é mediadora de conflitos e fica impressionada como as pessoas sofrem. E, ainda sobre a história de Helena, a autora pontua que para ela o auge da dependência de uma mulher é deixar o marido escolher se vai levar adiante ou não uma gravidez, já deixando aqui o alerta de gatilhos sobre aborto na trama.

Vamos a alguns trechos de Tombos:

– Eu tinha acabado de perder o chão e o equilíbrio da minha vida, e não estou me referindo ao tombo de bicicleta.

– Seja Feliz! Seja independente!! – é o que eu martelaria na cabeça da minha filha, se tivesse uma.

– Como se minha tristeza fosse um bloco de gelo pesando nas minhas costas e me esfriando o coração.

– Ficava me perguntando o que eu tinha feito da minha vida, o quanto eu a tinha dirigido e o quanto ela seguira descontrolada e concluí que meu grande erro foi não ter feito pausas para balanço.

– Por que tanta dificuldade em pedir – e aceitar – ajuda daqueles que nos cercam e também nos querem bem?

Sinopse: quatro personagens, dois homens e duas mulheres, têm suas vidas inteiramente modificadas a partir de crises pessoais. Helena é uma dona de casa, bonita e mimada que acreditou no casamento eterno. É obrigada a rever sua vida ao descobrir que o marido é homossexual e tem um relacionamento de muitos anos com outro homem. Douglas é um fazendeiro, hoje rico, que nasceu numa comunidade e viveu um grande amor. Agora encontra-se livre para amar novamente depois de ter rompido um casamento que não o fazia feliz. Juliana é recém-separada, tem um emprego do qual não gosta, um ex-marido com limitações financeiras e se relaciona mal com os filhos. Convive diariamente com Tancredo, seu chefe que tem por ela uma paixão platônica e bem poderia fazê-la feliz. Mas ele é apático, inseguro e nunca irá se declarar. Há um final triste e outro feliz, resultado da forma como os personagens encaram os tombos que a vida lhes deu.

Eunice Maciel tem cinco títulos publicados destinados ao leitor jovem e apresenta seu primeiro romance para o público adulto. Conta que escrever para adolescentes é leve e divertido, mas que precisou respirar fundo e tomar coragem para mexer com sentimentos e emoções, usar um vocabulário duro e se expor frente aos seus pares. O resultado desses mergulhos é o livro Tombos.

O livro tem capítulos curtos (que amamos) e são divididos entre os quatro personagens, Helena, com 20 capítulos, Douglas com 27, Juliana com 18 e Tancredo com 16 capítulos. Em alguns momentos a autora intercala as histórias, mas na maior parte do livro elas acontecem individualmente – primeiro Helena, com algumas intervenções de Douglas, depois Douglas, depois Juliana e por último Tancredo.

Tombos, de Eunice Maciel, está à venda na Amazon, no formato impresso e digital.

Janaína Leme

@eujaestiveem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: