Pular para o conteúdo

Eu Já Estive Em “O Evangelho da Riqueza”, de Andrew Carnegie, pela Tocalivros

“O milionário deveria envergonhar-se de morrer rico”. A frase é de Andrew Carnegie, autor de O Evangelho da Riqueza, que tivemos oportunidade de ouvir pela Tocalivros, mas um audiolivro da Tocalivros Clássicos.

Com um pouco mais de uma hora de duração, o audiolivro fala sobre um tema que muitas vezes me questiono por aqui a forma correta de doar algo. Vale deixar claro que aqui estamos falando de um bilionário, que, certamente, na minha opinião, não queria deixar sua fortuna adquirida apenas para a família, mas sim usá-la em algo com propósito.

Andrew explica em suas cartas o quanto um país perde com aquela doação que conhecemos como esmola. O mais correto em sua visão, principalmente pensando que estamos falando de bastante dinheiro – o equivalente ao montante arrecadado por empresários de muito sucesso financeiro, grandes empresas etc. – é construir bens públicos como bibliotecas, escolas, espaços que possam ser usados em prol de toda a sociedade. E, se bem estruturado, haverá verba para construir e ser mantido.

O bilionário acredita não ser justo deixar toda uma herança para a família apenas, já que todos temos que ter o gostinho de aprender a conquistar o nosso pão de cada dia. E, como ele mesmo disse na frase que abre a resenha, não deve ser muito bom emocionalmente morrer rico, deve ser bem mais leve morrer com a ideia de missão cumprida, investindo o que é tido como fortuna em propósitos que possam fazer muito mais pessoas felizes.

Sinopse: O Evangelho da Riqueza (The Gospel of Wealth) foi um artigo publicado por Andrew Carnegie em 1889. Seu objetivo principal é defender que a riqueza não é um mal, desde que ela seja utilizada para fazer o bem. Ele orienta as formas como uma pessoa rica pode distribuir seu dinheiro da melhor forma para sociedade, sem a influência do governo. Mais do que ser um livro liberal, não é um livro que estimula a anarquia, mas sim a sabedoria de quem ficou rico, que saberá, com sua experiência, a melhor forma de ajudar aos que realmente se ajudam e estão dispostos a evoluir. E conclui que se uma pessoa morre com muito dinheiro sem ter distribuído ou melhorado a sociedade, essa pessoa não teve uma vida digna, pois não soube fazer o bem.

Sobre Andrew Carnegie, rapidamente pelo Wikipedia foi um empresário e filantropo estadunidense nascido na Escócia. Fundador da Universidade Carnegie Mello, mas matéria publicada em Aventuras na História conta mais sobre ele: o bilionário do império do aço, que doou quase 90% de sua fortuna.

Sobre Rodrigo Dorado: nasceu em Buenos Aires dia 5 de maio de 1986, é ator desde seus 17 anos. Iniciou no teatro no colégio convencional e inspirado pela paixão seguiu estudando artes cênicas até tornar-se profissional. Atuou em diversas peças de teatro, na TV começou com a participações em algumas produções da Globo, como Minha nada mole vida e Negócio da China. Na sequência, atuou na série Marcas da vida na Record. Teve a oportunidade de atuar como Bernardo na novela Rebelde da também da rede Record, dirigido por Ivan Zettel. Em 2013 voltou à Globo na novela Saramandaia fazendo o personagem Zico Rosado jovem, vivido pelo protagonista José Mayer. Participou também da última novela do Manuel Carlos com direção de Jayme Monjardim, fazendo o personagem Thiago da segunda fase da novela “Em Família”. Em 2015 assinou com o SBT e está novamente nas telinhas na novela “Cúmplices de um Resgate” no SBT, fazendo o personagem Dinho Borba Gato. No cinema atuou no longa-metragem Bruna Surfistinha (2010), de Marcus Baldini e Andaluz direção de Guilherme Motta. Atuou também em diversos curtas metragens que viajaram o mundo em festivais.

Já ouvimos outro título narrado por Rodrigo Dorado: Um Cara Qualquer. Deixo aqui o link da resenha para que possa conhecer também.

A narração de O Evangelho da Riqueza é de Rodrigo Dorado. Produzido pela Tocalivros, o título está disponível para compra, Clube do Audiolivro e na Assinatura Ilimitada. E por aqui sempre recomendamos a Assinatura Ilimitada justamente pela quantidade de títulos disponíveis, seja no formato audiolivro, seja no formato e-book, por R$19,90.

Janaína Leme

@eujaestiveem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: