Pular para o conteúdo

Novo livro de Georgia Clark é uma carta de amor para as segundas chances

Comandar uma empresa de assessoria de casamentos em parceria com a amante do marido parece um desafio e tanto, não é mesmo? Depois da morte do companheiro, esta é a realidade encarada por Liv Goldenhorn, protagonista de Tinha que ser você, novo romance da autora best-seller Georgia Clark publicado pela VR Editora.

Além de enfrentar a dor da perda, Liv precisa lidar com o desejo final do marido Eliot, que deixou 50% do negócio que administravam juntos para a jovem Savannah, a amante dele. Esta decisão inusitada coloca duas mulheres de personalidades muito diferentes em rota de colisão e desperta questionamentos profundos em ambas.

O que começa como um pesadelo pessoal e profissional se transforma em uma oportunidade de recomeço para Liv Goldenhorn. Com a experiência dela aliada à jovialidade de Savannah, a “Amor em Nova York” ganha um novo fôlego para se manter no concorrido mercado de organização de casamentos.

Ao longo das páginas, as leitoras mergulham nos bastidores dos casórios e conferem, pelo olhar de Liv e Savannah, tudo o que dá certo e, claro, os eventuais desastres hilariantes. As risadas e a emoção estão garantidas. A obra oferece ainda muitas pitadas de inspiração para quem está planejando o próprio casamento.

Tinha que ser você apresenta os desafios de uma equipe que não mede esforços para oferecer as melhores experiências para os clientes. Mesmo em uma rotina atribulada, a valorização de grandes histórias de amor protagonizadas por casais hetero e homoafetivos estará sempre garantida com este time.

Fica técnica:
Título: Tinha que ser você
Título original: It Had To Be You 
Autora: Georgia Clark
Tradução: Lígia Azevedo
Número de páginas: 488 
ISBN: 978-65-86070-61-3 
Editora: VR Editora 
Formato: 16 x 23 cm 
Preço: R$ 66,41
Link de venda: https://vreditoraloja.com.br/produto/ficcao-romantica/romance-para-mulheres-13456/tinha-que-ser-voce/

Sinopse: Nos últimos vinte anos, o casal Liv e Eliot Goldenhorn administrou a “Amor em Nova York”, uma empresa de assessoria de casamentos. Quando Eliot morre abruptamente, ele deixa metade do negócio para sua amante, a jovem Savannah. A experiente Liv, então, precisa lidar com a presença de Savannah. Mas o que começa como um pesadelo pessoal e profissional se transforma em algo que nem mesmo a impetuosa Liv Goldenhorn poderia imaginar. Tinha que ser você habilmente reúne Liv, Savannah e casais tão diversos e únicos como a própria cidade de Nova York, em um enredo cheio de humor trançado ao estilo do já clássico filme Simplesmente Amor. O resultado é um romance inteligente e moderno, que dialoga de forma cativante com os dias de hoje.

Sobre a autora: Georgia Clark é australiana e mora nos Estados Unidos. Aos 20 anos, enquanto ainda estava em Sydney aprendendo sobre filmes e roteiros, foi editora de uma revista de música – e também formou uma banda. Nesse período, fez zines, escreveu para diversos veículos e publicou seu primeiro livro para jovens adultos. Em seguida, gastou o que tinha viajando por muitos países e fez uma boa quantidade de travessuras, sempre envolvida em dramas românticos e totalmente apaixonada pelas pessoas erradas. Aos 29, mudou-se para Nova York, onde mergulhou na cena criativa e de humor da cidade, sendo membra e fundadora do Generation Women. Na mesma época, também refinou seu desejo de ser cineasta, reformulando-o para romancista (até porque escrever histórias é mais barato). Ela vive com sua esposa no Brooklyn.

Páginas da autora:

Site: www.georgiaclark.com
Instagram: Georgia Clark – @georgialouclark

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: