Pular para o conteúdo

Musical inédito Tempo Certo traz canções de Roberta Campos  e faz temporada no Teatro Viradalata

Inspirado no curta-metragem Nem Que Tudo Termine Como Antes, de Daniel Caselli e Mariana Martinez, o musical Tempo Certo é o primeiro espetáculo original do selo Circuito Off. Com canções de Roberta Campos – artista indicada ao Grammy Latino -, a peça traz no elenco Daniel Cabral, Éri Correia, Álvaro Real e Vanessa Mello. A idealização é de Daniel Cabral e Éri Correia, a direção artística e o texto são de Rafael Pucca, a direção geral é de Álvaro Real e a direção musical e arranjos são de Thiago Perticarrari. Tempo Certo faz temporada no Teatro Viradalata a partir do dia 3 de setembro, sábado, 21h.
 
A trama é um romance leve que conduz o espectador por reflexões sobre as relações líquidas que são estabelecidas nos dias de hoje. Passando-se numa metrópole, o enredo apresenta Cris e Duda, duas pessoas que partilham de uma conexão especial e fazem um acordo inusitado para tentar evitar as dores do fim da paixão. Além da dinâmica acelerada da cidade, a peça também aborda temas como as relações superficiais, os medos contemporâneos e a eterna busca por controle do tempo. 
 
“Nós esperamos oito anos após o lançamento do selo Circuito Off para produzirmos um espetáculo ao vivo porque queríamos fazer de uma forma saudável e economicamente viável para todos. É fundamental para a economia criativa que os novos produtores, artistas e criativos tenham apoio de grandes patrocinadores para desenvolverem seus projetos e contarem novas histórias”, diz Álvaro Real, diretor geral do projeto e também integrante do elenco.
 
Os dois personagens são interpretados por todo o elenco, compondo quatro casais diversos. “O texto passou por diversas mudanças, mas a mais radical foi a de ter quatro atores interpretando dois personagens e revezando entre si. Um passo ousado que está valendo a pena”, diz Rafael Pucca. Para o diretor, os maiores desafios foram deixar a história clara, mesmo com tantas trocas e saltos temporais, e criar uma peça a partir de uma ideia já eternizada no audiovisual, cuidando de honrar sua origem, mas também deixá-la com uma marca autoral dessa nova produção. 
 
“Eu sempre senti falta de mais produções autorais e me lembrei de um curta-metragem que eu tinha assistido uma vez e tinha me encantado. Chamei o Daniel pra entrar nessa comigo e ele abraçou a ideia na hora! Depois chamamos nossos amigos que também toparam de pronto e hoje temos em mãos esse presente que é o Tempo Certo”, diz Éri Corrêa, idealizadora da peça e que também está no elenco.

A peça é embalada por sucessos de Roberta Campos, cantora e compositora que se destacou nos últimos anos com mais de 200 composições, indicação ao Grammy Latino na categoria Melhor Álbum de Música Popular Brasileira e outros destaques, como 19 canções em trilhas de novelas e o prêmio de Melhor Cantora de MPB no Prêmio Profissionais da Música de 2016. “Me sinto honrado por ter sido convidado para fazer a direção musical dessa peça ao lado de pessoas tão talentosas e queridas. Criar arranjos a partir das músicas da Roberta Campos foi uma responsabilidade e desafio imensos, assim como o prazer em ver o resultado disso tudo tomando forma”, diz Thiago Perticarrari, diretor musical e arranjador.
 
Em Tempo Certo, algumas das músicas da artista que foram rearranjadas para o espetáculo são De Janeiro a Janeiro, Minha Felicidade, No Tempo Certo das Horas e Sete Dias. Além disso, Roberta também compôs uma música inédita especialmente para o espetáculo, que conta com uma estética narrativa mais próxima a do teatro musical.
 
“Falar sobre o amor e sobre o controle do tempo não é nada fácil. O maior desafio é trazer a mesma sintonia para o mesmo personagem, interpretado por dois atores em multiversos diferentes. Estou muito feliz de ter pessoas incríveis trabalhando juntas para que essa história chegue para as pessoas e possa tocá-las de alguma maneira”, finaliza Daniel Cabral.
 
Sinopse sugerida
O musical Tempo Certo, apresentado pela Dasa e com patrocínio Alelo, é o primeiro espetáculo original do selo Circuito Off (Youtube, Facebook e Instagram), lançado em 2016 com o objetivo de trazer ao Brasil o formato Off-Broadway, promovendo maior acessibilidade e democratização de cultura. 

O texto foi inspirado no curta brasileiro “Nem que tudo termine como antes” e tem músicas da Roberta Campos, cantora e compositora indicada ao Grammy Latino. O espetáculo se passa numa metrópole e conta a história de dois personagens que tentam controlar o tempo da sua relação, para evitar as complexidades e fim da paixão. O texto aborda diversos aspectos contemporâneos como a dinâmica da metrópole, as relações líquidas, os medos e nossa eterna busca por controle do tempo. Por fim, os dois personagens são interpretados por 4 atores, compondo quatro casais diversos.
 
Ficha Técnica
Idealização: Daniel Cabral e Éri Correia
Roteiro e direção: Rafael Pucca
Direção musical e arranjos: Thiago Perticarrari
Figurino: Graziela Bastos
Desenho de luz: Wagner Freire
Desenho de som: Gustavo Inca
Cenografia: Ianara Elisa
Diretora de produção: Andréa Real
Direção Geral: Álvaro Real
Co-produção: Bravart e Iguaya Entretenimento
 
Serviço
Tempo Certo, o Musical
De 3 de setembro a 28 de novembro. Sábados, 21h; e domingos, 19h.
Ingressos: R$ 50 (inteira) e R$ 25 (meia). À venda pela Sympla ou na bilheteria do Teatro Viradalata.
Local: Teatro Viradalata| Endereço: Rua Apinajés, 1387. Perdizes – São Paulo (SP)
Capacidade: 273 lugares
Duração: 1h30 min
Classificação indicativa: 14 anos

Bilheteria
Horário de Funcionamento:
sábados – das 14h até 22h
domingos – das 14h até 20h



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: